Escobar- Paradise Lost (Escobar, Paraíso Perdido, 2014) de Andrea Di Stefano

Escobar: Paradise Lost (2014) de Andrea Di Stefano

Façamos um esforço macaquinho de imaginação: lembrem-se das cenas iniciais dessa grande obra chamada Meet the Parents, com esse título em português ainda mais vultuoso, Um Sogro do Pior. Nelas, a personagem de Ben Stiller conhecia o desconfiadíssimo sogro, um

Escobar- Paradise Lost (Escobar, Paraíso Perdido, 2014) de Andrea Di Stefano

Escobar: Paradise Lost (2014) de Andrea Di Stefano

Façamos um esforço macaquinho de imaginação: lembrem-se das cenas iniciais dessa grande obra chamada Meet the Parents, com esse título em português ainda mais vultuoso, Um Sogro do Pior. Nelas, a personagem de Ben Stiller conhecia o desconfiadíssimo sogro, um

0251

Under Capricorn (1949), Alfred Hitchcock

Numa entrevista com Peter Bogdanovich, e falando-se de Under Capricorn (Sob o Signo de Capricórnio, 1949), à pergunta “This picture was not a success, but why do you think many French critics consider it one of your finest films?”, Alfred

0251

Under Capricorn (1949), Alfred Hitchcock

Numa entrevista com Peter Bogdanovich, e falando-se de Under Capricorn (Sob o Signo de Capricórnio, 1949), à pergunta “This picture was not a success, but why do you think many French critics consider it one of your finest films?”, Alfred

Sommaren med Monika (1953) de Ingmar Bergman

Sommaren med Monika (1953) de Ingmar Bergman

Não admira que Sommaren med Monika (Mónica e o Desejo, 1953) seja referenciado como uma das influências da nouvelle vague, tal é a forma como se assemelha a um percursor desse movimento. De espírito rebelde e agitador, procura uma perspectiva

Sommaren med Monika (1953) de Ingmar Bergman

Sommaren med Monika (1953) de Ingmar Bergman

Não admira que Sommaren med Monika (Mónica e o Desejo, 1953) seja referenciado como uma das influências da nouvelle vague, tal é a forma como se assemelha a um percursor desse movimento. De espírito rebelde e agitador, procura uma perspectiva

Yvone Kane (2014) de Margarida Cardoso

Yvone Kane (2014) de Margarida Cardoso

Em Kuxa Kanema – o nascimento do cinema (2003) Margarida Cardoso foi a Moçambique descobrir como o projecto Kuxa Kanema de Samora Machel conseguiu (ou não) transmitir a ideia de uma nação através do cinema, num jornal semanal propagandístico que circulava

Yvone Kane (2014) de Margarida Cardoso

Yvone Kane (2014) de Margarida Cardoso

Em Kuxa Kanema – o nascimento do cinema (2003) Margarida Cardoso foi a Moçambique descobrir como o projecto Kuxa Kanema de Samora Machel conseguiu (ou não) transmitir a ideia de uma nação através do cinema, num jornal semanal propagandístico que circulava

The Heartbreak Kid (Casei-me Por Engano, 1972) de Elaine May

The Heartbreak Kid (1972) de Elaine May

Resgatar filmes mal amados é uma actividade compensadora, pois liga para sempre o recuperador à reavaliação da obra. Além disso, dá um prazer especial (re)descobrir o que mais ninguém viu (ou quis ver). Escrito isto, ainda ninguém conseguiu recuperar Ishtar

The Heartbreak Kid (Casei-me Por Engano, 1972) de Elaine May

The Heartbreak Kid (1972) de Elaine May

Resgatar filmes mal amados é uma actividade compensadora, pois liga para sempre o recuperador à reavaliação da obra. Além disso, dá um prazer especial (re)descobrir o que mais ninguém viu (ou quis ver). Escrito isto, ainda ninguém conseguiu recuperar Ishtar

image

Óscares 2015: (a)postas de pescada e Iñárritanço

Luís Mendonça, João Lameira, Carlos Natálio e a nossa convidada especial (na realidade, a nossa simpática anfitriã, que nos deu tecto) Joana Mil-Homens começam por aquilo que já devia ser uma instituição nas coberturas aos Óscares: as (a)postas de pescada

image

Óscares 2015: (a)postas de pescada e Iñárritanço

Luís Mendonça, João Lameira, Carlos Natálio e a nossa convidada especial (na realidade, a nossa simpática anfitriã, que nos deu tecto) Joana Mil-Homens começam por aquilo que já devia ser uma instituição nas coberturas aos Óscares: as (a)postas de pescada

thestranger680x478

The Stranger (1946) de Orson Welles

Commit a crime and the earth is made of glass. Commit a crime and it seems as if a coat of snow fell on the ground, such as reveals in the woods the track of every partridge and fox and

thestranger680x478

The Stranger (1946) de Orson Welles

Commit a crime and the earth is made of glass. Commit a crime and it seems as if a coat of snow fell on the ground, such as reveals in the woods the track of every partridge and fox and

Inherent Vice (Vício Intrínseco, 2014) de Paul Thomas Anderson

Inherent Vice (2014) de Paul Thomas Anderson

Se bem se lembram, se bem me lembro, havia um mecanismo que fazia com que Freddie Quell, o “zombie” de olheiras até ao queixo vindo do pós-guerra que Joaquin Phoenix era em The Master (O Mentor, 2012), desbloqueasse os traumas

Inherent Vice (Vício Intrínseco, 2014) de Paul Thomas Anderson

Inherent Vice (2014) de Paul Thomas Anderson

Se bem se lembram, se bem me lembro, havia um mecanismo que fazia com que Freddie Quell, o “zombie” de olheiras até ao queixo vindo do pós-guerra que Joaquin Phoenix era em The Master (O Mentor, 2012), desbloqueasse os traumas

F3.large

Aviso à navegação: À pala de Walsh sob operação plástica

Costuma dizer-se que o rosto é o frontispício da alma. Pois bem, o À pala de Walsh aproveita o ano do seu terceiro aniversário para mudar o rosto. Botox aqui, botox ali. Rosto novo, vida nova, como no filme de Frankenheimer. Mas,

F3.large

Aviso à navegação: À pala de Walsh sob operação plástica

Costuma dizer-se que o rosto é o frontispício da alma. Pois bem, o À pala de Walsh aproveita o ano do seu terceiro aniversário para mudar o rosto. Botox aqui, botox ali. Rosto novo, vida nova, como no filme de Frankenheimer. Mas,

Kleber Mendonça Filho por © Mariana Castro

Kleber Mendonça Filho: “Sou fascinado pela agressão que não é óbvia”

Kleber Mendonça Filho chegou aos olhos e ouvidos de todo o mundo graças a O Som ao Redor (2012), longa-metragem de ficção que comenta as formas do medo na sociedade brasileira socorrendo-se da linguagem do cinema americano dos anos 70, com

Kleber Mendonça Filho por © Mariana Castro

Kleber Mendonça Filho: “Sou fascinado pela agressão que não é óbvia”

Kleber Mendonça Filho chegou aos olhos e ouvidos de todo o mundo graças a O Som ao Redor (2012), longa-metragem de ficção que comenta as formas do medo na sociedade brasileira socorrendo-se da linguagem do cinema americano dos anos 70, com

50 shades

Fifty Shades of Grey (2015) de Sam Taylor-Johnson

Primeiro os editores, depois os críticos e, mais tarde, os leitores (acidentais ou não) de um bestseller começam a morrer quando lêem umas poucas linhas do dito. Morte cerebral causada por mais um daqueles livros confessionais sobre a vida extraordinariamente

50 shades

Fifty Shades of Grey (2015) de Sam Taylor-Johnson

Primeiro os editores, depois os críticos e, mais tarde, os leitores (acidentais ou não) de um bestseller começam a morrer quando lêem umas poucas linhas do dito. Morte cerebral causada por mais um daqueles livros confessionais sobre a vida extraordinariamente

sylvia01

Harvard na Gulbenkian 11: os filmes (não) são inofensivos

Tal como Guerín se correspondeu com Jonas Mekas, como aliás outros cineastas o izeram entre si no projecto Correspondencia(s). Tal como Guerín se correspondeu com Vítor Gonçalves, graças ao décimo primeiro programa Harvard na Gulbenkian. Tal como todo o cinema

sylvia01

Harvard na Gulbenkian 11: os filmes (não) são inofensivos

Tal como Guerín se correspondeu com Jonas Mekas, como aliás outros cineastas o izeram entre si no projecto Correspondencia(s). Tal como Guerín se correspondeu com Vítor Gonçalves, graças ao décimo primeiro programa Harvard na Gulbenkian. Tal como todo o cinema