Sparks-The-Seduction-of-488350

Hollywood Ending

De entre as muitas coisas estranhas que me têm passado pelas mãos nos últimos tempos (notificações de dívida da segurança social escritas numa língua que não a portuguesa, e por aí fora), a que mais me divertiu foi, sem dúvida,

Sparks-The-Seduction-of-488350

Hollywood Ending

De entre as muitas coisas estranhas que me têm passado pelas mãos nos últimos tempos (notificações de dívida da segurança social escritas numa língua que não a portuguesa, e por aí fora), a que mais me divertiu foi, sem dúvida,

Conversas à Pala #10: arte e comércio

E finalmente chegamos ao número redondo: 10 Conversas à Pala. Conversas que vêm sendo preenchidas com realizadores, actores, críticos, cinéfilos, e desta vez Pedro Borges, distribuidor de cinema (pela Midas Filmes) e agora também exibidor com o Cinema Ideal, que há

Conversas à Pala #10: arte e comércio

E finalmente chegamos ao número redondo: 10 Conversas à Pala. Conversas que vêm sendo preenchidas com realizadores, actores, críticos, cinéfilos, e desta vez Pedro Borges, distribuidor de cinema (pela Midas Filmes) e agora também exibidor com o Cinema Ideal, que há

Untitled

Queer Lisboa 2014: conhecer-se e dar-se a conhecer pelo cinema

No segundo texto de uma cobertura atípica do Queer Lisboa destaco dois títulos de dois realizadores à volta dos seus próprios filmes: o filme Ron Peck que olha através de Nighthawks (1978) para uma época e para uma vida e o filme de

Untitled

Queer Lisboa 2014: conhecer-se e dar-se a conhecer pelo cinema

No segundo texto de uma cobertura atípica do Queer Lisboa destaco dois títulos de dois realizadores à volta dos seus próprios filmes: o filme Ron Peck que olha através de Nighthawks (1978) para uma época e para uma vida e o filme de

Will You Dance With Me? (1984) de Derek Jarman

Queer Lisboa 2014: a maravilha do cinema sem vontade

No primeiro texto de uma cobertura atípica do Queer Lisboa destaco dois títulos que se fixaram na memória: o filme (?) perdido de Derek Jarman e o filme recuperado (e restaurado) de Djibril Diop Mambéty. Will You Dance with Me?

Will You Dance With Me? (1984) de Derek Jarman

Queer Lisboa 2014: a maravilha do cinema sem vontade

No primeiro texto de uma cobertura atípica do Queer Lisboa destaco dois títulos que se fixaram na memória: o filme (?) perdido de Derek Jarman e o filme recuperado (e restaurado) de Djibril Diop Mambéty. Will You Dance with Me?

Charulata (Charulata, 1964)

Satyajit Ray: o herói, o cobarde e o santo

Quando Satyajit Ray começou a fazer filmes em 1955 [Pather Panchali (A Balada da Estrada), o primeiro tomo da sua obra maior, a trilogia de Apu] já poucos anos faltavam para a Nouvelle Vague e o neorrealismo era a inspiração mais clara daquele que viria a ser o nome mais importante

Charulata (Charulata, 1964)

Satyajit Ray: o herói, o cobarde e o santo

Quando Satyajit Ray começou a fazer filmes em 1955 [Pather Panchali (A Balada da Estrada), o primeiro tomo da sua obra maior, a trilogia de Apu] já poucos anos faltavam para a Nouvelle Vague e o neorrealismo era a inspiração mais clara daquele que viria a ser o nome mais importante

Os Gatos Não Têm Vertigens (2014) de António-Pedro Vasconcelos

Os Gatos Não Têm Vertigens (2014) de António-Pedro Vasconcelos

António-Pedro Vasconcelos diz que para fazer cinema só há verdadeiramente duas coisas fundamentais: ter uma boa ideia e arranjar dinheiro. Com estas duas tudo o resto vem por arrasto. O seu mais recente filme Os Gatos Não Têm Vertigens (2014)

Os Gatos Não Têm Vertigens (2014) de António-Pedro Vasconcelos

Os Gatos Não Têm Vertigens (2014) de António-Pedro Vasconcelos

António-Pedro Vasconcelos diz que para fazer cinema só há verdadeiramente duas coisas fundamentais: ter uma boa ideia e arranjar dinheiro. Com estas duas tudo o resto vem por arrasto. O seu mais recente filme Os Gatos Não Têm Vertigens (2014)

Pix (2012-2014) de António da Silva

António da Silva: “sou um cineasta muito perverso”

Em menos de três anos António da Silva realizou uma dezena de curtas metragens, venceu a competição para esse formato no IndieLisboa com Gingers (2013) e no Queer Lisboa com Bankers (2012). Este ano apresentou, de novo no IndieLisboa, Daddies (2014) e na

Pix (2012-2014) de António da Silva

António da Silva: “sou um cineasta muito perverso”

Em menos de três anos António da Silva realizou uma dezena de curtas metragens, venceu a competição para esse formato no IndieLisboa com Gingers (2013) e no Queer Lisboa com Bankers (2012). Este ano apresentou, de novo no IndieLisboa, Daddies (2014) e na

lincoln

TVCine e Lincoln apesar de Lincoln

Durante três meses, que estão quase completos, fui um espectador atento dos quatro canais TVCine. Confesso que até hoje nunca tinha tido acesso a canais pagos deste género. Pergunto-me porquê, se há no mínimo uma coincidência de interesses: de um

lincoln

TVCine e Lincoln apesar de Lincoln

Durante três meses, que estão quase completos, fui um espectador atento dos quatro canais TVCine. Confesso que até hoje nunca tinha tido acesso a canais pagos deste género. Pergunto-me porquê, se há no mínimo uma coincidência de interesses: de um

Jersey Boys (2014) de Clint Eastwood

Jersey Boys (2014) de Clint Eastwood

Após uns meses de interregno, a já mítica rubrica Filme Falado regressa em formato renovado. O Carlos Natálio apurou o falsete à la The Four Seasons numa nova apresentação, mudando ligeiramente as agulhas. Os walshianos escolherão um filme por mês

Jersey Boys (2014) de Clint Eastwood

Jersey Boys (2014) de Clint Eastwood

Após uns meses de interregno, a já mítica rubrica Filme Falado regressa em formato renovado. O Carlos Natálio apurou o falsete à la The Four Seasons numa nova apresentação, mudando ligeiramente as agulhas. Os walshianos escolherão um filme por mês

Touki Bouki (Journey of the Hyena, 1973) de Djibril Diop Mambéty

Queer Lisboa 2014: antevisão badalhoca

A enorme fachada do cinema São Jorge já enverga um grande cartaz onde se lê em letras garrafais Queer Lisboa, 18 years of filth. O filth a que se reporta é com certeza o termo que tantas vezes se associou ao cinema

Touki Bouki (Journey of the Hyena, 1973) de Djibril Diop Mambéty

Queer Lisboa 2014: antevisão badalhoca

A enorme fachada do cinema São Jorge já enverga um grande cartaz onde se lê em letras garrafais Queer Lisboa, 18 years of filth. O filth a que se reporta é com certeza o termo que tantas vezes se associou ao cinema

Alentejo Alentejo (2014) de Sérgio Tréfaut

Alentejo, Alentejo (2014) de Sérgio Tréfaut

Poucos minutos de Alentejo, Alentejo (2014) passam até que nos deparamos com a seguinte situação: um grupo de homens cantantes viaja para a capital em evidente excitação, vão apresentar a sua arte às gentes da cidade. Não demora para que se perceba

Alentejo Alentejo (2014) de Sérgio Tréfaut

Alentejo, Alentejo (2014) de Sérgio Tréfaut

Poucos minutos de Alentejo, Alentejo (2014) passam até que nos deparamos com a seguinte situação: um grupo de homens cantantes viaja para a capital em evidente excitação, vão apresentar a sua arte às gentes da cidade. Não demora para que se perceba

Rosemary's Baby (1968) de Roman Polanski

Rosemary’s Baby (1968) de Roman Polanski

O primeiro filme de Polanski na América, Rosemary’s Baby (A Semente do Diabo, 1968), revela desde logo alguns dos traços que marcariam a carreira do realizador polaco, e serve ao mesmo tempo para deixar uma inquietante e inesquecível primeira impressão

Rosemary's Baby (1968) de Roman Polanski

Rosemary’s Baby (1968) de Roman Polanski

O primeiro filme de Polanski na América, Rosemary’s Baby (A Semente do Diabo, 1968), revela desde logo alguns dos traços que marcariam a carreira do realizador polaco, e serve ao mesmo tempo para deixar uma inquietante e inesquecível primeira impressão