W1U1Y3f

Feras de estimação

Cary Grant abre a porta do quarto de Katharine Hepburn e depara-se pela primeira vez com Baby, que dá o nome ao filme – Bringing Up Baby (Duas Feras, 1938) de Howard Hawks – a pantera de estimação da menina

W1U1Y3f

Feras de estimação

Cary Grant abre a porta do quarto de Katharine Hepburn e depara-se pela primeira vez com Baby, que dá o nome ao filme – Bringing Up Baby (Duas Feras, 1938) de Howard Hawks – a pantera de estimação da menina

PRR_1329360675_n

Mudar de vida: Os dons do mar

“Un triple anankè règne sur nous, l’anankè des dogmes, l’anankè des lois, l’anankè des choses. (…) À ces trois fatalités qui enveloppent l’homme, se mêle la fatalité intérieure, l’anankè suprême, le cœur humain”. Victor Hugo, prefácio a Les travailleurs de

PRR_1329360675_n

Mudar de vida: Os dons do mar

“Un triple anankè règne sur nous, l’anankè des dogmes, l’anankè des lois, l’anankè des choses. (…) À ces trois fatalités qui enveloppent l’homme, se mêle la fatalité intérieure, l’anankè suprême, le cœur humain”. Victor Hugo, prefácio a Les travailleurs de

Untitled

Fado Camané (2014) de Bruno de Almeida

Como filmar aquilo que não tem forma? Essa é a questão que tem atormentado muitos cineastas ao longos dos anos, de Joris Ivens com a sua Une Histoire de vent (1988) a Joaquim Sapinho com o seu Deste Lado da Ressurreição (2013),

Untitled

Fado Camané (2014) de Bruno de Almeida

Como filmar aquilo que não tem forma? Essa é a questão que tem atormentado muitos cineastas ao longos dos anos, de Joris Ivens com a sua Une Histoire de vent (1988) a Joaquim Sapinho com o seu Deste Lado da Ressurreição (2013),

João Bénard da Costa - Outros amarão as Coisas que eu amei (2014) de Manuel Mozos

Doclisboa 2014: antevidências

Por vezes os filmes escondem em si pequenos pormenores que parecem funcionar como chave-mestra de todos os seus segredos. Por vezes basta um plano só, um enquadramento, um som, uma frase para que tudo o resto cambie a sua anterior leitura.

João Bénard da Costa - Outros amarão as Coisas que eu amei (2014) de Manuel Mozos

Doclisboa 2014: antevidências

Por vezes os filmes escondem em si pequenos pormenores que parecem funcionar como chave-mestra de todos os seus segredos. Por vezes basta um plano só, um enquadramento, um som, uma frase para que tudo o resto cambie a sua anterior leitura.

La chambre bleue (O Quarto Azul, 2014) de Mathieu Amalric

La chambre bleue (2014) de Mathieu Amalric

Chabrol. Truffaut. La femme d’à côté (A Mulher do Lado, 1981). “À maneira de…”, como se diz nas artes plásticas. Só que em cinema o gesto não é tudo. O efeito copista pode fazer de um filme arte, mas a

La chambre bleue (O Quarto Azul, 2014) de Mathieu Amalric

La chambre bleue (2014) de Mathieu Amalric

Chabrol. Truffaut. La femme d’à côté (A Mulher do Lado, 1981). “À maneira de…”, como se diz nas artes plásticas. Só que em cinema o gesto não é tudo. O efeito copista pode fazer de um filme arte, mas a

The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) de Jennifer Kent

The Babadook (2014) de Jennifer Kent

“It can be a challenge to be inspired, and to let those inspirations show while owning the film“. Nesta afirmação aparentemente banal da realizadora Jennifer Kent esconde-se aquilo que eleva The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) a grande cinema e revela

The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) de Jennifer Kent

The Babadook (2014) de Jennifer Kent

“It can be a challenge to be inspired, and to let those inspirations show while owning the film“. Nesta afirmação aparentemente banal da realizadora Jennifer Kent esconde-se aquilo que eleva The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) a grande cinema e revela

the-babadook

Jennifer Kent: “há medo em ser mulher”

História de assombração psicológica ou psico-analítica sobre o horror da maternidade, The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) será o grande filme de terror do ano (escrevi aqui sobre ele a propósito da sua passagem pelo MOTELx 2014). O facto de ser realizado e produzido

the-babadook

Jennifer Kent: “há medo em ser mulher”

História de assombração psicológica ou psico-analítica sobre o horror da maternidade, The Babadook (O Senhor Babadook, 2014) será o grande filme de terror do ano (escrevi aqui sobre ele a propósito da sua passagem pelo MOTELx 2014). O facto de ser realizado e produzido

El ángel exterminador (1962) de Luis Buñuel

El ángel exterminador (1962) de Luis Buñuel

Mesmo antes de começar, não conseguimos escapar. Mesmo antes de começar o jantar que ocupa o filme, já os empregados se escapuliram, antes que chegassem os convidados, que hão-de chegar duas vezes. Mesmo antes de começar, há uma frase do

El ángel exterminador (1962) de Luis Buñuel

El ángel exterminador (1962) de Luis Buñuel

Mesmo antes de começar, não conseguimos escapar. Mesmo antes de começar o jantar que ocupa o filme, já os empregados se escapuliram, antes que chegassem os convidados, que hão-de chegar duas vezes. Mesmo antes de começar, há uma frase do

nO3Eupg

Auto-da-fé / Acto de fé

Em cima a procissão das velas no santuário de Fátima onde os milhares de crentes acendem a noite com as suas candeias de cera velando pelos seus pecados e pelos pecados do mundo. Em baixo os habitantes de Hong Kong,

nO3Eupg

Auto-da-fé / Acto de fé

Em cima a procissão das velas no santuário de Fátima onde os milhares de crentes acendem a noite com as suas candeias de cera velando pelos seus pecados e pelos pecados do mundo. Em baixo os habitantes de Hong Kong,

Momo-Galerie-Romaric-Tisserand-margherita-ratti-matteroflife1

A Matter of Life and Death (1946) de Michael Powell e Emeric Pressburger

Poucos filmes terão um diálogo inicial tão memorável quanto o de A Matter of Life and Death (Um Caso de Vida ou de Morte, 1946). E não são apenas as palavras que fazem deste um momento inesquecível (nem a economia de texto permitiria reproduzi-lo aqui integralmente: ao cinema o

Momo-Galerie-Romaric-Tisserand-margherita-ratti-matteroflife1

A Matter of Life and Death (1946) de Michael Powell e Emeric Pressburger

Poucos filmes terão um diálogo inicial tão memorável quanto o de A Matter of Life and Death (Um Caso de Vida ou de Morte, 1946). E não são apenas as palavras que fazem deste um momento inesquecível (nem a economia de texto permitiria reproduzi-lo aqui integralmente: ao cinema o

ABorrowedLife

Duosang (1994) de Wu Nien-jen

Se Hou Hsiao-hsien se tornou uma das figuras mais conhecidas do Novo Cinema Taiwanês, Wu Nien-jen é também um nome fundamental quando se olha para este movimento. Argumentista de alguns filmes de Hou, nomeadamente de Lian lian fengchen (Poeira no

ABorrowedLife

Duosang (1994) de Wu Nien-jen

Se Hou Hsiao-hsien se tornou uma das figuras mais conhecidas do Novo Cinema Taiwanês, Wu Nien-jen é também um nome fundamental quando se olha para este movimento. Argumentista de alguns filmes de Hou, nomeadamente de Lian lian fengchen (Poeira no

La Pointe Courte (1955) de Agnès Varda

La Pointe-Courte (1954-55) de Agnès Varda

A primeira vez que Agnès Varda decidiu mexer uma câmara na vida foi para fazer uma panorâmica de um tronco de madeira – onde corriam os créditos do seu primeiro filme e onde surgia o nome de Alain Resnais como

La Pointe Courte (1955) de Agnès Varda

La Pointe-Courte (1954-55) de Agnès Varda

A primeira vez que Agnès Varda decidiu mexer uma câmara na vida foi para fazer uma panorâmica de um tronco de madeira – onde corriam os créditos do seu primeiro filme e onde surgia o nome de Alain Resnais como