“Retratos Fantasmas”: cinema monumental

"Escrevi oito páginas enquanto comia muito açúcar."

Je tu il elle (1975), Chantal Akerman

Últimas

Artigos relacionados